Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Comportamento’ Category

Foto: Eduardo Rocha

É natural que a cidade cresça e busque novas adaptações, novos lugares de interação e acomodação as recentes tribos que sempre estão surgindo junto com a moda, com as tendências, com a música… É comum que um espaço, ou uma Rua em determinado momento, seja o queridinho da estação.  E é o que está acontecendo com a Rua Capitão Lima, no bairro de Santo Amaro, no Centro do Recife.

Depois de uma temporada sem muito foco, desde o dia 19 de janeiro deste ano, começou a funcionar por lá um espaço totalmente multifacetado, dedicado a diversas vertentes com múltiplas opções de interesse: artes plásticas, cênicas, moda, gastronomia, cinema, música e com a cara de que vai dar certo.

Na casa nº.280, Rua do Lima, quem passa pela frente não imagina o espaço que se estende por um longo corredor, com mesinhas e uma decoração peculiar, que ninguém nunca viu por aqui, até chegar a um galpão composto de sofás estilosos e uma parede inteira de espelho, com DJs locais ou artistas nacionais compondo a festa.

O bistrô sob o comando do chef Euclides Antônio e o pessoal do restaurante Navilla, bairro da Madalena, dispõe entre petiscos e lanches um cardápio de alta qualidade e variedade.

A ideia de reunir tantas formas de arte e iniciativas partiu da estilista Paulina Albuquerque, que considera Recife um pólo de diversidade cultural com pouco espaço para manifestações. O Muda surge como uma nova opção para os artistas que queiram expor seus trabalhos e sua idéias, e para os baladeiros que gostam de novidade de alternatividade terem aonde ir.
Para quem estiver curioso em conhecer o espaço, o Correio Recifense confirma que é satisfação garantida, mesmo que você não se apaixone, não sairá sem ao menos admiraração.

Por Érica Colaço

Foto: Eduardo Rocha

SERVIÇO
Rua do Lima, 280, Santo Amaro – Recife (ao lado da TV Jornal)
Entrada Gratuita
Informações: 3032.1347

Anúncios

Read Full Post »

Localizado na Rua do Amparo, uma das mais conhecidas e tranqüilas do sítio histórico de Olinda, encontra-se a mistura de bar, armazém, quitanda, e point de encontro da moçada Olindense: a Bodega do Veio. O sucesso que faz pode ser atribuído a diversos fatores, um deles, sem dúvida, é a cervejinha mais que gelada garantida por ele próprio: o veio.  À noite a rua é tomada pelos boêmios de plantão que apreciam boa música e os petiscos oferecidos: porções de queijo do reino, salame, pastrame, queijo coalho etc.

O ambiente é aconchegante, facilita a comunicação entre os freqüentadores do lugar. Também patrocina encontros de amigos e de namorados, e não menos os desencontros, já que é normal o celular perder o sinal por lá.

E para a alegria geral da nação Olindense, e porque não Recifense, está de volta a Terça do Vinil. Festa patrocinada pela Bodega do Veio que agitou por muito tempo as terças feiras da cidade, garantindo música de qualidade de muita badalação. Guiada pelo DJ 440 e sua stylist incomparável, quem for fã do velho vinil poderá matar saudade a partir do dia 20 de abril.

 Por Erica Colaço

Read Full Post »

A moda no Bairro

Você já andou pelo Bairro do Recife? Então você já deve ter percebido a diversidade estilista que existe por lá. São pessoas diferentes, com estilos diferentes. Se você for até a Rua da Moeda, por exemplo, durante a noite, encontrará adolescentes “punks”, que gostam da cor preta e dos mais diferentes e coloridos assessórios. Entretanto, dentre qualquer pulseira ou cinto, é o All Star a peça fundamental.

 

Indo até a Rua do Bom Jesus, os estilos se restringem entre os “hippies” e os “alternativos”. A semelhança entre eles está nos pés, pois é a famosa sandália de couro ou rasteira que anda por boa parte da rua. Não por acaso, a sandália é facilmente encontrada na feira que acontece aos domingos. Os “hippies” se destacam também pelos assessórios em pulseiras, colares e brincos.

 

Já os “alternativos”, ou melhor, as “alternativas”, são representadas pelos vestidos modernos, tão facilmente encontrados por toda a rua e em suas barracas. São vestidos médios, curtos e mini. O que chama a atenção são os modelos, as estampas e o fato de que, todos eles combinam com a sandália de couro. E é esse pequeno detalhe, que torna este estilo tão único, pois mistura a modernidade e a moda do mundo inteiro, e o regionalismo do couro.

 

E é por isso que, andar pelo Recife, é presenciar um desfile de moda, diariamente.

 

Por Karina Mendonça

Read Full Post »