Feeds:
Posts
Comentários

Archive for novembro \19\UTC 2009

Feira judaica

A Rua do Bom Jesus vai retornar neste domingo às suas origens quando era a Rua dos Judeus. A partir das 15h, 25 estandes estarão vendendo e exibindo artigos da cultura judaica incluindo gastronomia e o resultado de uma parceria agropecuária entre Brasil e Israel, sob responsabilidade da UFRPE.

Com informações do Diario de Pernambuco – Coluna de Aldo Paes Barreto 19/11/09

Por Alessandra Raposo

Read Full Post »

(Texto do Jornal Correio Recifense)

Porto

Farol no Cais do Porto / Foto: Prefeitura do Recife

             Um moderno Terminal Marítimo de Passageiros para receber turistas de navios transatlânticos será construído no Bairro do Recife até o final de 2010. A arquitetura será erguida no armazém sete, do atual Porto do Recife, e irá ocupar uma área de 18.700 metros quadrados. Será um edifício com três pavimentos compostos por salões de embarque e desembarque de passageiros, espaços para a Receita Federal, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e o Memorial do Porto do Recife. Uma passarela vai ligar o terminal com a Sala Pernambuco, onde deverá funcionar a parte administrativa, estacionamento e check in de embarque.

            O projeto foi desenvolvido pelo arquiteto Moisés Agamenon e os recursos para as obras foram negociados com o comitê executivo de organização da Copa do Mundo de 2014. A construção conta também com plano de urbanização de áreas do entorno do Terminal, que abrange oito armazéns do atual porto e que serão transformados em áreas de lazer, cultura e salas de negócios. De acordo com o presidente do Porto do Recife, Alexandre Catão, o novo terminal será uma obra de grande impacto para o desenvolvimento do turismo de Pernambuco e do Nordeste.

            Segundo Catão, hoje, o Recife recebe cerca de 65 mil passageiros de cruzeiros marítimos por temporada. Uma média de 60 navios por ano chega à cidade. Com a construção do terminal, estima-se que a capital pernambucana passe a receber cerca de 150 mil passageiros em dois anos. “A repercussão do projeto no setor será a melhor possível, já que o nordeste brasileiro terá a primeira infraestrutura real de receptivo marítimo”, diz.

            O projeto, que foi apresentado na Associação Comercial de Pernambuco, prevê a geração de emprego e renda para o Estado, com o surgimento de novos restaurantes, hotéis e pontos turísticos. De acordo com o presidente do Porto, haverá crescimento significativo nos pacotes de permanência em Pernambuco, na oferta direta e indireta de empregos e, conseqüentemente, na circulação de renda no Estado. “O Recife terá um serviço de embarque e desembarque marítimo no nível de Primeiro Mundo, nos moldes e padrões dos maiores aeroportos do planeta. Este será o tamanho do impacto econômico que o projeto trará”, afirma.

             

Copa do Mundo de 2014 – a construção do novo Terminal Marítimo de Passageiros do Recife faz parte de um plano do governo federal que objetiva investir nos portos das cidades brasileiras que sediarão a Copa de 2014. Para o evento, o governo de Pernambuco também realiza projeto estruturador do estado, que prevê uma total revitalização na área do Bairro do Recife, onde hoje o porto está instalado. Fará parte disto, por exemplo, a criação de leitos turísticos no porto.

 Por Luciana Amorim

Read Full Post »

frevo

FREVO. Crédito: CARLOS AUGUSTO/Prefeitura do Recife

Conhecido por sua diversidade cultural, o carnaval do Bairro do Recife apresenta aos moradores e turistas uma festa alegre, participativa e ritmos para todos os gostos. Tem frevo, maracatu, caboclinho, ciranda, coco, samba, rock, reggae, manguebeat, e desfiles de blocos. É sem dúvida o carnaval mais popular do mundo, pois lá se unem jovens, crianças, famílias e pessoas de diversas partes do Brasil e do mundo.

As fantasias são uma atração à parte. Prevalece a criatividade e o espetáculo de cores, onde a animação contagia os foliões. Podemos dizer que o carnaval de rua do bairro é o ideal para quem quer vivenciar momentos de felicidade inesquecíveis. Também é o melhor período para conhecer a diversidade da cultura pernambucana.

 Nesta festa ninguém fica de fora. Reviver os antigos carnavais, com pierrôs, colombinas e desfiles de blocos líricos, valorizar as tradições, respeitar as diferenças, dançar, brincar e cantar de forma saudável, são as peculiaridades que fazem do carnaval do Recife o melhor do mundo.

maracatu

MARACATU. Crédito: INALDO MENEZES/Prefeitura do Recife

 Esta é a capital multicultural que surpreende a todos.

bloco lírico

BLOCO LÍRICO. Crédito: PAULO LOPES/Prefeitura do Recife

 Por Adriana Lúcia

Read Full Post »

Opções de roteiros levarão você a um passeio a pé por pontes, praças, igrejas, bairros, casarios históricos e outros atraentes espaços do Recife. Sim, são muitos os atrativos e as opções de diversão. Para não ficar com dúvida sobre qual programa fazer primeiro, siga este roteiro com dicas de lugares imperdíveis:

Marco Zero, onde o Recife começa

Contempla referências culturais remanescentes do século XVI ao XIX, exemplares da arquitetura civil, militar e religiosa. Seu marco inicial é o chamado Marco Zero, lugar simbólico representativo do caráter matricial da Cidade do Recife, fundada para atender às necessidades portuárias da produção do açúcar em Pernambuco. O roteiro inclui ruas, templos, bonecos gigantes, conventos religiosos, teatro e um museu a céu aberto.

Marcos Históricos e Culturais Praça do Marco Zero – a Praça Barão do Rio Branco tornou-se conhecida como Praça do Marco Zero por indicar, desde 1938, o quilômetro zero das rodovias de Pernambuco. Reformada em 1999, adquiriu o formato circular e o seu centro exibe o painel “A Rosa-dos-Ventos”, de Cícero Dias. Em frente à Praça, sobre o molhe do Porto do Recife, está o Parque das Esculturas, do artista plástico Francisco Brennand.

 

marco zerro

Marco Zero - Foto Paulo Lopes

Museu a Céu Aberto – situado no Bairro do Recife, entre a Av. Alfredo Lisboa e a Rua Barão Rodrigues Mendes. Seu acervo inclui o conjunto de estruturas e objetos arqueológicos formado por trecho de muralha em pedra, datada do período de dominação holandesa (século XVII), parte das bases do Arco do Bom Jesus e parte do dique de contenção do mar, em pedra, construído no século XIX.

Centro Cultural Correios – O espaço conta com seis pavimentos e dispõe de cinco salas de exposição, auditório, restaurante e uma agência postal. O centro está localizado em um prédio construído no início do século passado e foi adquirido em 1921 para ser a sede dos Correios em Pernambuco.

07.31-CENTRO CORREIOS-73
Centro Cultural Correios – Foto Irandi Silva

Torre Malakoff – erguida para abrigar um observatório astronômico. Concluída em 1855, sua denominação foi uma homenagem à resistência dos russos na fortificação Torre Malakoff, em Sebastopol, durante a Guerra da Criméia (1853– 1856). Antigo observatório astronômico, o espaço sedia eventos culturais. Praça do Arsenal, s/n, Bairro do Recife. Tel.: (81) 3424-8704/8702. Visitação: 10h/19h (seg. a sex.); e 15h/20h (sáb. e dom.).

 Embaixada dos Bonecos Gigantes: A Rua do Bom Jesus, no coração do Bairro do Recife, voltou a pulsar culturalmente forte com a inauguração da Embaixada dos Bonecos Gigantes em julho. O espaço funciona com uma mostra permanente com exposição de bonecos gigantes. O acervo, composto por 43 bonecos, homenageia personalidades históricas do Recife.

DSC05029
Embaixada dos Bonecos Gigantes – Foto Marcelo Oliveira

Teatro Apolo – inaugurado em 1842, pertencia à Sociedade Harmônico Theatral. Tem fachada em mármore de Lisboa. O teatro integra o Centro Cultural Apolo-Hermilo. Rua do Apolo, 121, Bairro do Recife. Tel.: (81) 3232-2030. Visitação mediante agendamento: 8h/12h e 14h/18h (seg. a sex.).

 Rua do Bom Jesus e 1ª Sinagoga das Américasno século XVII, a Rua do Bom Jesus era chamada Rua dos Judeus. Nela, a primeira Sinagoga das Américas, que abriga o Centro Cultural Judaico de Pernambuco. O nome Bom Jesus foi  dado em decorrência do arco de mesmo nome que existia no final da via. Mantém o traçado e as confrontações dos lotes do século XVII, mas suas edificações foram acrescidas de elementos decorativos dos séculos XIX e XX. | Sinagoga  Kahal Zur Israel – Rua do Bom Jesus, 197/203, Bairro do Recife. Tel.: (81) 3224-2128. Visitação: 9h/16h30 (ter. a sex.); e 14h/17h30 (dom.). Entrada: R$ 4. www.arquivojudaicope.org.br

Rua do Bom Jesus

Rua do Bom Jesus - Foto Paulo Lopes

 

Igreja da Madre de Deus – construída para os Padres Oratorianos da Ordem de São Filipe Néri (1679). Na fachada da igreja foi utilizado arenito dos arrecifes. O interior exibe conjunto de cantaria, talha e imaginária, além de guardar preciosas imagens da Matriz do Corpo Santo (século XVII) demolida no início do século XX. Conjugado à igreja, do lado sul, estava o Convento dos Oratorianos. Rua da Madre da Deus, s/n, Bairro do Recife. Tel.: (81) 3224-5587. Visitação: 8h/12h e 14h/17h (ter. a sex.); 8h/11h (sáb.); e 8h/12h (dom).

Paço da Alfândega – antigo Convento dos Padres Oratorianos. Com a extinção da Ordem, o edifício foi confiscado pelo Imperador e transformado na Alfândega de Pernambuco (1826 até o início do século XX). Atualmente abriga um moderno centro de compras, lazer, cultura e gastronomia. Rua Alfândega, 35, Bairro do Recife. Tel.: (81) 3424-1400. Funcionamento: 10h/22h (seg. a sáb.); e 12h/20h (dom.). www.pacoalfandega.com.br

 Por Alessandra Raposo

Read Full Post »